Você já se imaginou aprendendo a andar quando bebê?

Atualizado: 9 de set.

Quando você não tinha absolutamente nenhuma ideia do que fazer com as pernas sempre que um adulto segurava o seu peso, ajeitando sua postura; quando os seus pés ainda não tinham tamanho e formato ideais para sustentar o seu corpo; quando a sua coluna ainda não era ereta o suficiente para que a posição em pé fosse possível.


Quantos tombos você deve ter levado para finalmente conseguir se equilibrar?

Será que sentiu algum receio por precisar de ajuda se apoiando em móveis, brinquedos ou pessoas para se levantar?

Quantas vezes achou que conseguiria dar o primeiro passo, mas falhou e caiu no seu traseiro afofado pela fralda?

Quantos tropeços, desequilíbrios, hematomas, frustrações te custaram pra finalmente conseguir o que você queria?


Vou facilitar aqui e te dar a resposta que você já conhece: QUANTOS FORAM NECESSÁRIOS.


Trabalhar com o que você gosta, empreender, se realizar profissionalmente, ter sucesso. Qualquer que seja seu objetivo de vida, acredito que persistência é a palavra-chave.

Persistência para fazer o que deve ser feito, para cair e levantar, para buscar ajuda quando você percebe que sozinho está difícil demais, para falhar e continuar acreditando que você pode! ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀


E tenho uma pergunta pra você que acredita que “é fácil falar e difícil fazer”, “que outros até podem conseguir mas pra você não vai dar”, “que o sucesso não é pra todos”:


👉 Se você PERSISTIU, lutou contra todas as probabilidades e deu seus suados primeiros passos, o que te impede de trabalhar com o que você ama e alcançar sua realização profissional?

3 visualizações0 comentário